Sobre a Deficiência Visual

 ║início ║notícias

║a saúde
║dos olhos

║textos
║didácticos

║olhares sobre
║a cegueira
║na literatura

║arte e
║cegueira

║a cegueira
║vista pelo
║cinema

║legislação
║e ajudas

║contactos

hits counter
  textos didácticos


Entendendo a baixa visão

orientação aos pais


Elisabete Gasparetto & Newton Kara-José
 


Este trabalho é dedicado
a todas as crianças
com baixa visão

Caros Pais,

O seu filho, ou filha, com baixa visão, tem condições de se desenvolver e participar das actividades da escola e das actividades do dia-a-dia da mesma forma que as outras crianças.

Por causa da baixa visão, a criança pode apresentar dificuldades para ver ao perto e ao longe. No entanto, essas dificuldades diminuem quando se fornece ajuda a essa criança para melhorar a sua qualidade visual. Por isso, ela deve ser encorajada a usar a visão em todas as situações e para que essa criança tenha sucesso é necessário o apoio da família.

O seu filho tem o direito assegurado de frequentar a escola comum juntamente com os irmãos, os amigos e os vizinhos. Independentemente do direito legal, ele tem o direito às mesmas oportunidades que todas as crianças devem ter: de ir, vir e estar na vida com independência e de conviver com situações e pessoas diferentes.

Ao frequentar a escola comum, a criança com baixa a visão pode necessitar de pequenas adaptações na sala de aula, de adaptações de materiais (livros com letras ampliadas, cadernos com pautas ampliadas), uso de lentes especiais. Ela realizará, em sala de aula, as mesmas actividades que os colegas de classe, sempre que lhe for dada a oportunidade.

A prática adquirida pelo trabalho com as crianças que apresentam baixa visão tem mostrado que elas podem-se desenvolver de forma completa, se forem estimuladas todas as suas habilidades.

Com o objectivo de ajudar as crianças que enxergam pouco, o Projecto Nacional para Alunos com Baixa Visão propõe-se a orientar a família e o professor, além de realizar acções para facilitar a aprendizagem na escola. Dessa forma, as necessidades de seu filho poderão ser atendidas.

É necessário, portanto, que a família e os professores acreditem e confiem nessa criança, envolvam-se e trabalhem em parceria.

Maria Elisabete Gasparetto


 

Quando se diz que uma criança é deficiente visual?
Quando ela apresenta baixa visão ou cegueira.

O que é ter baixa visão? O meu filho tem baixa visão?
A criança com baixa visão enxerga pouco, mesmo com o uso de óculos.

Quais são as principais causas que levam a pessoa a ter baixa visão?
A baixa visão (não corrigível por óculos) é causada por  alguma doença. Essa doença pode ser uma infecção, pode ser de família ou causada por má formação nos olhos. As causas mais comuns são: catarata congénita (de nascença),glaucoma congénito, toxoplasmose, problemas relacionados com o nascimento prematuro, albinismo e acidentes.
Nota:
Toxoplasmose é uma doença provocada por um micróbio que pode passar da mãe para o filho, durante a gravidez, e provocar inflamação no fundo do olho.
Albinismo é uma doença hereditária (de família). As pessoas "albinas" podem apresentar pele esbranquiçada por falta de pigmento. A falta de pigmento nos olhos leva à baixa de visão.

 

Todas as crianças com baixa visão vêem da mesma forma que o meu filho?
Não. As crianças se diferenciam na forma e no modo de ver. As crianças devem ser orientadas para ver de perto dos objectos. Ver de perto não faz mal e não piora a visão. Algumas crianças precisam de entortar a cabeça para encontrar a posição que permita ver melhor.

É possível melhorar a qualidade da visão do meu filho?
Sim. O seu filho pode ser ensinado e estimulado a enxergar melhor em todas as situações do dia-a-dia: dentro de casa, fora de casa e na escola. Quanto mais ele usar a visão, mais aprenderá a ver.

O meu filho vai precisar de usar óculos?
Algumas crianças necessitam do uso de óculos. Eles podem ajudar a enxergar um pouco melhor, deixando os objectos mais claros (mais nítidos). Mas, mesmo com o uso dos óculos, elas vão continuar a apresentar baixa visão.

Existem lentes especiais que podem ajudar o meu filho a ver melhor?
Sim. As lentes especiais servem para aumentar o tamanho dos objectos. As lentes especiais podem ajudar a criança a ver melhor ao ler e escrever e para ver de longe.
O médico vai testar lentes especiais e verificar se elas podem ajudar o seu filho a ver melhor. Peça ao oftalmologista para explicar a você o quanto e como seu filho vê. Na consulta, peça também ao médico uma orientação por escrito sobre cada exame. Essas orientações serão muito úteis para auxiliar o professor do seu filho.
As lentes especiais podem ser usadas para perto e para longe. Para melhorar a visão para perto existem óculos com lentes especiais. Existem outros tipos de lentes, também chamadas de lupas, que podem ser manuais ou de apoio.
 
Existe alguma forma de ajudar o meu filho a ver melhor ao longe?
Para melhorar a visão para longe e ver o que está escrito no quadro, existe o telescópio, que é um tipo de lente especial que aumenta o tamanho dos objectos e o que está escrito no quadro. Algumas crianças podem ser beneficiadas com o uso do telescópio.

O meu filho precisa de aprender a usar essas lentes especiais?
Sim. Ele precisa de aprender a usar essas lentes especiais para perto e o telescópio. Deve acostumar-se com as lentes e só depois disso é que deverá usá-las na escola.
O professor deverá também receber orientação sobre o tipo de lentes especiais que seu filho irá usar.

Existem outros meios que ajudem o meu filho a ver melhor?
Sim. Existem meios simples, também chamados de recursos, que podem ser muito úteis. Esses recursos são explicados a seguir.

1) Ampliação
É o aumento do tamanho das letras de livros, do espaço entre as linhas do caderno e de outros materiais. Algumas crianças necessitam de ampliação, outras não. As cópias por máquinas ampliadoras são muito úteis. Outra forma de ampliação é colocar o material mais perto dos olhos.

2) Iluminação
Para ver melhor, algumas crianças podem precisar de iluminação dirigida ao material de leitura e escrita. É importante evitar a luz directa nos olhos da criança. Existem crianças, ao contrário, que vêem melhor em ambientes menos iluminados.

3) Aumento do contraste
Pode ser conseguido, usando-se cores fortes e diferentes da cor do papel como por exemplo, canetas de ponta porosa na cor preta, lápis preto n.º 1 ou 6B para serem usados sobre papel branco.

4) Materiais fotocopiados
Quando utilizados, reforçar os traços com caneta preta se necessário.

5) Apoio para leitura e escrita
Tem a finalidade de aproximar o material dos olhos da criança e possibilitar o melhor posicionamento do corpo, evitando a má postura para leitura e escrita.

6) Guia de leitura
Evita mudar de linha na leitura. Pode ser feito com cartão escuro e sem brilho, na forma rectangular, do tipo da régua.

7) Quadro
Usar giz branco ou amarelo para aumentar o contraste com o fundo do quadro.

 

Existem ainda outros tipos de recursos para auxiliar o meu filho a ver melhor?
Sim. Existem os recursos electrónicos:

1) Sistema de Circuito Fechado de Televisão (lupa TV)
Esse recurso aumenta o tamanho e o contraste de objectos (relógios, canetas, carteira de identidade, dicionários), das letras e das palavras. Esse recurso electrónico permite que o material de leitura seja projectado num monitor especial, aumentando o contraste e o tamanho da letra.

2) Computador
O ecrã do computador não prejudica os olhos do seu filho. Ele pode-se aproximar do teclado e do ecrã. Assim como o programa do computador pode também ampliar, aumentar o tamanho da letra. E existem programas que ampliam a informação no ecrã do computador.


A criança que apresenta baixa visão deve estudar numa escola comum?
A maioria das crianças que apresenta baixa visão deve frequentar uma escola regular de ensino.

O professor precisa receber orientação para ensinar o meu filho?
Sim. É importante que o professor receba orientação sobre as necessidades de auxílios visuais do seu filho na sala de aula. Se vai utilizar óculos, lentes especiais, se vai precisar da ampliação de materiais ou outras adaptações de materiais e qual a distância ideal para escrita e leitura, para perto e longe. Nos primeiros dias de aula, a criança deve conhecer a sala de aula, as outras salas que irá utilizar, o refeitório, os quartos de banho, a área do recreio, a biblioteca. Deve conhecer os colegas da classe e todos os funcionários da escola.

O meu filho deve sentar-se na primeira carteira?
Sim. Deve ficar mais próximo do quadro para ver melhor e para prestar mais atenção. Mas, se mesmo assim não conseguir ver o quadro, o professor deverá permitir que esse aluno se levante e se aproxime sempre que sentir necessidade. O professor também pode passar para o caderno o que está escrito no quadro e dar ao aluno.

O meu filho faz as tarefas escolares mais devagar do que outras crianças?
Ele pode precisar de mais tempo para completar as tarefas escolares.

O meu filho pode apresentar cansaço visual enquanto realiza as tarefas escolares?
Sim. Por isso é importante que o professor intercale as actividades de leitura e escrita com actividades orais, evitando o cansaço visual. Os intervalos dependem do cansaço da criança, o que também deve ser adoptado em casa. Nenhum esforço visual causa prejuízo aos olhos.

Como posso ajudar o meu filho nas actividades escolares?
Sendo parceiro da escola. Participando das reuniões. Tendo bom relacionamento com os funcionários da escola. Se for necessário, ajudar com as ampliações de materiais escolares, reforçar os contornos dos materiais e das linhas do caderno.

Como posso ajudar o meu filho em casa?
Permitindo que ele se aproxime dos objectos e da televisão para que possa ver melhor. Ver televisão de perto não faz mal e não prejudica os olhos. Incentive o seu filho a fazer as lições. Ajude-o nas pesquisas, orientando-o, quando necessário. Mas, não faça por ele. A família é muito importante para o desenvolvimento e a aprendizagem da criança. Ela precisa amar e sentir-se amada. Valorize os talentos e os acertos do seu filho. No entanto, não se esqueça da disciplina - tão necessária para ele como é para os seus outros filhos. Ele deve participar em tudo e ajudar nas tarefas domésticas. O seu filho deve ser organizado e independente. É importante que saia com a família para a feira, supermercado, parques. Que use o autocarro, o metro, enfim, o transporte colectivo. Brincar é muito importante. Brinque com seu filho com aquilo que ele gosta e não com o que você gosta. Incentive-o a brincar com os irmãos, parentes e vizinhos, aprendendo a dividir brinquedos, conhecendo as regras do jogo e respeitando os outros.

Quais os serviços que podem dar informações e orientações sobre o meu filho?
Procure ajuda nas escolas e nas Secretarias de Educação da sua cidade. Há no Brasil muitos serviços que contam com profissionais especializados que podem oferecer ajuda. Os serviços de visão subnormal (atendimento de pessoas que apresentam baixa visão) funcionam em alguns hospitais e em algumas clínicas.

 

Excerto da obra "Entendendo a baixa visão - orientação aos pais"
Autores: Maria Elisabete Gasparetto e Newton Kara José
Projecto Nacional para Alunos com Baixa Visão - pnaBV
Secretaria de Educação Especial - Ministério da Educação - Brasília, 2000
 

Publicado por MJA [26.Mai.07]

  ║início ║notícias

║a saúde
║dos olhos

║textos
║didácticos

║a cegueira
║na literatura
║e na vida

║a cegueira
║vista pelo
║cinema

║arte e
║cegueira

║legislação
║e ajudas

║contactos